Diretor da SRS de Teófilo Otoni, Ivan  Santana, em coletiva de imprensa.(Foto:Jerry Santos)

Em uma coletiva de imprensa, realizada na manhã desta segunda-feira (14) na Superintendência Regional de Saúde(SRS) de Teófilo Otoni, o diretor da pasta, Ivan José Santana Figueira, falou da nova remessa das vacinas contra a Covid-19 que desembarcou no município neste fim de semana e também sobre o programa Minas Consciente.

Segundo ele, a SRS recebeu um total de 14.100 doses, sendo 8.250 da AstraZeneca e 5.850 da Pzifer que serão destinadas as 32 cidades atendidas pela Superintendência. Teófilo Otoni ficará com 498 da Pfizer e 1.120 da AstraZeneca para  continuação do esquema de vacinação dos grupos prioritários.

Santana informou que as doses serão destinadas aos trabalhadores de Educação do Ensino Básico (25% da Pfizer e 27% da AstraZeneca) e às forças de Segurança ( 4%  da Pfizer e 5% da AstraZeneca). O restante  8.8% é destinado aos trabalhadores do transporte aéreo que não tem na região.

Ainda de acordo com ele, as próximas remessas, que deverão chegar ao município em uma semana, além de complementar a imunização dos trabalhadores  da Educação, poderão atender  as gestantes e puérperas sem comorbidades.

O diretor da SRS disse ainda que o grupo prioritário de 55 a 59 anos ainda não tem data para ser vacinado, mas as cidades que tiverem o imunizante  sobrando podem atender esse público.

Minas Consciente

Ivan falou também sobre o Minas Consciente. De acordo com ele, caiu o grau de risco covid-19 na Macro Nordeste, que se encontra hoje na Onda Vermelha do programa.

“Na última reunião, realizada na semana passada, continuamos na onda vermelha. O grau de risco máximo é 32 nós voltamos para 26. Ainda continuamos na questão  assistencial desfavorável que é a da lista de espera e principalmente taxa de ocupação de leitos de UTI covid. Aqui em Teófilo Otoni continuamos acima de 90% e  na macrorregião 88%,” informou.

Ele disse ainda que a ocupação em leitos clínicos está na faixa de 40% e que estamos próximos a mudar de onda.  “A velocidade da doença, que é a incidência e a transmissão comunitária, houve uma diminuição na semana passada; isso é importante , estamos a um ponto de irmos para a onda amarela,” explicou.

O superintendente ressaltou que as medidas de segurança no combate a Covid-19 como o uso da máscara e do álcool em gel, a higiene das mãos e o distanciamento social são importantes e devem continuar.

(Foto:Jerry Santos 91FM)

Fonte: Rádio Teófilo Otoni